Matérias



Cultive a inteligência emocional e garanta mais equilíbrio em sua vida Inteligência emocional

Home > Matérias > Inteligência emocional > Cultive a inteligência emocional e garanta mais equilíbrio em sua vida




Você já deve ter ouvido falar do quociente de inteligência (QI), criado para medir e avaliar as capacidades cognitivas de uma pessoa. Entretanto, há outra inteligência tão importante quanto o QI: a inteligência emocional (IE), termo que passou a ficar conhecido na década de 90, após a publicação do livro Inteligência Emocional pelo consagrado psicólogo norte-americano, Daniel Goleman.

 

Segundo o estudioso, uma pessoa dotada de maior inteligência emocional tem a capacidade de gerenciar e reconhecer suas emoções e as dos outros com mais facilidade – o que é determinante tanto para o equilíbrio pessoal quanto para o profissional, já que a maioria das situações de vida e trabalho são envolvidas por relacionamentos entre as pessoas.

 

A inteligência emocional é uma competência que amplia a autoconfiança do indivíduo e permite que ele seja mais adaptável e flexível a diversas situações. De acordo com Goleman, pessoas com pouca IE têm dificuldades de avaliar o impacto de suas ações em outras pessoas, frustrando-se facilmente. Mas, a boa notícia é que é possível desenvolver a inteligência emocional.

 

Conheças as 5 características da inteligência emocional e aprenda a desenvolvê-las:

 

Autoconhecimento: As pessoas que têm um bom nível de autoconhecimento sabem lidar melhor com mudanças, conflitos e dificuldades. Portanto, busque entender os seus sentimentos e emoções e de onde eles vêm; quais são seus desejos e vontades; o que te motiva e desmotiva. Sempre que possível, faça a si mesmo perguntas, como:

 

  • Eu gosto do que faço?

  • O que me motiva?

  • Quais são meus sonhos verdadeiros?

  • Por que estou triste ou alegre?

  • O que me faz feliz?

  • O que me estressa

 

Autocontrole: Você age por impulso e deixa se levar pelas emoções? Saiba que pensar antes de agir é fundamental para desenvolver a inteligência emocional, porque na maioria das vezes as reações emocionais são inadequadas. Aqui a dica é contar até 10, sair para tomar um café, ou tomar outra atitude que te tranquilize. Quando as pessoas estão nervosas e estressadas, o resultado da discussão nunca será satisfatório.

 

Entusiasmo: Uma pessoa entusiasmada tem o poder de influenciar as outras positivamente para alcançar as metas da empresa. O contrário também é verdadeiro: alguém que chega à empresa se arrastando, reclamando de tudo e contando as horas para ir embora pode levar algumas pessoas para o mesmo caminho. Uma pessoa entusiasmada acredita na sua capacidade de transformar as coisas e de fazer dar certo. Acredita também nos outros e possui uma habilidade incrível de realização. O entusiasta trabalha para que tudo dê certo, não importa o que seja preciso fazer e nem os recursos que ele possui, ele simplesmente faz acontecer.

 

Empatia: A empatia é uma habilidade fundamental para qualquer relacionamento, afinal para entender o outro é preciso se colocar no lugar dele. A empatia permite estabelecer a comunicação nas relações. Na dúvida, use sempre a frase: E se fosse comigo…

 

Habilidades sociais: Naturalmente, lidar com as pessoas é um ponto fundamental que demonstra um bom nível de inteligência emocional. Crie uma boa rede de relacionamentos, procure aplicar a empatia e avaliar as necessidades dos outros.

 

A importância da autoavaliação

 

Há quem não goste de avaliar suas próprias atitudes. Entretanto a autoavaliação é fundamental para desenvolver a inteligência emocional. É por meio dela que você irá perceber, entre outras coisas, qual o efeito do seu comportamento no ambiente de trabalho e nos seus colegas de empresa, assim como seus pontos fortes e pontos fracos.

 

Não se preocupe em querer trabalhar tudo ao mesmo tempo, todos nós temos várias fortalezas e vulnerabilidades, entretanto nem sempre é possível mudar completamente algum comportamento que já faz parte da sua essência.

 

A ideia é você fazer uma reflexão de como os seus comportamentos ruins estão prejudicando sua vida profissional. Você pode continuar agindo assim? O que pode acontecer se você não mudar?

 

É importante ressaltar que a inteligência emocional permite perceber melhor quem somos, estabelecer relacionamentos mais saudáveis com aqueles que nos rodeiam e adotar atitudes capazes de tornar a vida muito melhor e menos estressante.

 

 

 

Voltar