Matérias



6 dicas para viver mais e melhor Mês da Saúde

Home > Matérias > Mês da Saúde > 6 dicas para viver mais e melhor

No dia 05/08 é comemorado o Dia Nacional da Saúde, data importante para nos atentarmos aos cuidados com o nosso bem mais precioso e, assim, vivermos mais plenamente.

Você sabia que o estilo de vida e os hábitos diários são fatores determinantes para uma vida mais longa e com qualidade? Saiba quais são as recomendações da ciência para uma vida longeva:

 

1 - Controle o estresse

O estresse pode gerar inúmeros problemas à saúde, que vão desde depressão a doenças cardíacas. Recentemente, pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, descobriram que o estresse pode diminuir os níveis de klotho, um hormônio que atua no bom funcionamento do organismo e regula o processo de envelhecimento.

O ideal a se fazer é buscar formas de controlar o estresse e investir em atividades relaxantes como yoga, pilates e meditação.

 

2 -  Tenha amigos

A solidão e o isolamento podem gerar sérios impactos emocionais em um indivíduo, podendo levar à morte prematura e ao declínio da imunidade, de acordo com um estudo realizado pela Universidade de Harvard (EUA).

 

3 - Sono dos deuses  

O sono é fundamental para regular as funções metabólicas e restabelecer a energia. Um estudo da Sociedade Americana de Câncer (EUA) revelou que dormir sete horas por dia é essencial para viver mais e com qualidade.

 

4 - Adeus cigarro 

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, uma pessoa que nunca fumou vive em média 10 anos mais do que um fumante. Quem abandona o vício antes dos 40 anos tem 90% menos chances de morrer de doenças relacionadas ao tabaco.

 

5 – Alimentação equilibrada

 

Uma alimentação nutricionalmente equilibrada auxilia no retardo do processo de envelhecimento e na prevenção de doenças, como o câncer, além de auxiliar na manutenção do peso adequado e na melhora da performance física e mental.

Frutas, vegetais, leguminosas e peixes não devem faltar na sua dieta.

 

6 - De olho no peso  

Pessoas obesas têm um risco 29% maior de morrer em comparação com indivíduos com peso ideal, de acordo com uma revisão feita em 2013 de mais de 100 estudos publicados no Journal of American Medical Association. Isso porque a obesidade está associada a doenças do coração, diabetes, hipertensão, entre outras. Por isso, mantenha seu peso ideal e pratique exercícios físicos.

 

Voltar