Matérias



Saiba como transformar atividade física em hábito Vida Saudável

Home > Matérias > Vida Saudável > Saiba como transformar atividade física em hábito

Para muitas pessoas praticar atividades físicas com regularidade é quase um sacrifício, ainda mais se o tempo for curto. Quem nunca se matriculou na academia e abandonou as aulas de ginástica após algumas semanas? Você provavelmente já fez isso ou conhece alguém que já fez, não é mesmo? Essas situações são mais do que comuns e elas podem ser evitadas por meio de uma simples medida: transformação de hábitos.

 

Cerca de 40% da nossa rotina diária é ocupada por hábitos que são adotados de forma consciente, segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Duke, nos Estados Unidos. E, para a nossa sorte, por mais enraizados que estejam os hábitos, sejam eles bons ou ruins, podem ser modificados.

 

O livro O Poder do Hábito, best-seller escrito por Charles Duhigg, repórter do jornal The New York Times e baseado em centenas de pesquisas do mundo inteiro, mostra que para modificar um hábito basta apenas substituí-lo por outro. Essa conclusão teve o respaldo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos.

 

Para seguir a lógica da substituição de hábitos e incorporar as atividades físicas em sua rotina, primeiramente é preciso compreender quais são suas atividades rotineiras. Anote toda a sua rotina do dia e veja qual hábito você pode substituir pela atividade física. Veja um exemplo: ao chegar em casa depois do trabalho, a primeira coisa que você faz é ligar a TV e jantar assistindo ao seu programa favorito. Por que, então, não deixar a TV de lado por uma caminhada no parque ou por um treino na academia?

 

O mecanismo do hábito é composto por três etapas: o gatilho, que desencadeia o hábito, a rotina (que é o hábito propriamente dito) e a recompensa, ou seja, aquilo que buscamos para repetir o hábito. O ato de chegar em casa e estar em seu  lugar de conforto, por exemplo, é um gatilho que o leva a assistir TV (hábito), como recompensa vêm a sensação de relaxamento ao ver seu programa ou novela favoritos.

 

Portanto, basta apenas modificar o gatilho. Dessa forma, que tal começar a ir direto do trabalho para a academia ou para o parque ao invés de ir para casa? Como recompensa você relaxará após o treino, assim como fazia em casa, além de fazer novos amigos.

 

Dicas para ajudar nesse processo:  

 

1 – Experimente. Na maior parte das academias é possível fazer uma aula experimental gratuita. Por isso, teste todas as modalidades para ver com quais você se identifica mais.

 

2 – Não crie empecilhos. Escolha uma academia que seja perto do seu trabalho ou de sua casa. Não adianta se matricular em lugar que seja do outro lado da cidade onde você terá que se deslocar muito para chegar.

 

3 – Vá com calma. Se o seu objetivo é correr, não comece em uma maratona. Existe um período de adaptação do seu corpo para cada exercício e algumas etapas precisam ser respeitadas. 

 

4 – Acompanhe seus progressos. Anote sua evolução em um blog ou em post it na geladeira, por exemplo, ou se achar mais prático faça fotos do “antes” e “depois”. Isso o manterá motivado!

 

Qual atividade física é ideal?

 

A melhor atividade física é aquela com a qual você mais se identifica. Pode ser dança, luta, pilates, treino funcional, entre outras. O importante é fazer algo que você goste e, dessa forma, não será penoso praticar com regularidade.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), adultos a partir dos 18 anos devem praticar no mínimo 150 minutos de atividade aeróbica moderada a intensa durante a semana (apenas 30 minutos por dia, durante cinco dias na semana).

 

Vale lembrar que quanto maior o tempo dedicado à atividade e mais intensa ela for, mais benefícios para a saúde. Também é importante adicionar exercícios para fortalecer os músculos, chamados de exercícios anaeróbicos, no mínimo duas vezes na semana. Não se esqueça de falar com um médico antes de iniciar qualquer atividade física.

 

 

Voltar