Matérias



Ambiente obesogênico: o que é e como evitar Obesidade

Home > Matérias > Obesidade > Ambiente obesogênico: o que é e como evitar

53,8% dos brasileiros estão acima do peso e 18,9% são considerados obesos, segundo a última edição da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada pelo Ministério da Saúde. O resultado reflete respostas de entrevistas realizadas de fevereiro a dezembro de 2016 com 53.210 pessoas maiores de 18 anos das capitais brasileiras.

Esses dados são preocupantes, pois correspondem a um aumento de 60% da obesidade nos últimos dez anos. Um país que até pouco tempo lutava contra a desnutrição, agora precisa conter a obesidade. Mas, qual será o motivo desse aumento substancial de obesos?

São inúmeros os fatores que contribuem para o cenário da obesidade no país. Entre eles, estão o alto consumo de alimentos ultraprocessados, o sedentarismo, o estresse e as dificuldades de acesso a uma dieta variada, que compõem o chamado ambiente obesogênico, termo médico-científico para tratar de um ambiente que induz a comportamentos e hábitos pouco saudáveis.

E isso é o que não falta nos dias de hoje. Há um bombardeio diário de propagandas de alimentos nada saudáveis, que apresentam preços bastante competitivos nos mercados, além de amplas redes de fast-food e delivery de diversos tipos de comida que prometem cada vez mais praticidade ao dia a dia do consumidor. 

Quem nunca, por exemplo, deixou de preparar um jantar nutritivo e variado por preguiça e preferiu cozinhar um miojo ou pedir uma pizza? Essas situações, tão comuns e rotineiras, fazem parte do ambiente obesogênico, que aumenta os riscos do desenvolvimento da obesidade.

 Saiba como driblar o ambiente obesogênico

Como é possível sobreviver a uma sociedade que incentiva aos maus hábitos? Como evitar a tentação de comer alimentos ricos em gorduras, açúcar e sal, e deixar a preguiça de lado para preparar a própria comida?

As tentações são muitas e é difícil se desvencilhar delas. Mas, com um pouco de força de vontade é possível manter o peso ideal e evitar doenças como hipertensão e diabetes.




Para conquistar hábitos saudáveis, elencamos algumas dicas. Veja a seguir:

 

  • Vá ao supermercado com uma lista pronta. Assim você evita levar mais alimentos do que o necessário

  • Inclua na lista mais frutas, verduras e legumes e menos itens industrializados

  • Sempre leia os rótulos dos alimentos e escolha os itens mais saudáveis, com baixo teor de sódio, sal e gordura

  • Organize melhor suas tarefas diárias para que você tenha mais tempo para cozinhar

  • Evite ter guloseimas como balas e chocolates por perto

  • Mantenha sempre com você barrinha de cereais, cookies integrais ou frutas para quando a fome bater

  • Procure se exercitar. Se não for possível praticar alguma atividade física, tente se movimentar mais, como: subir escadas ao invés de utilizar elevadores; se estiver de ônibus, descer uma parada antes, etc.

 

Vale lembrar que a obesidade é considerada uma doença crônica que requer tratamento. Se você está acima do peso, se informe com seu médico. A sua saúde deve estar sempre em primeiro lugar.

Voltar